Período de testes

Banco de reservas também passará por uma análise mais profunda

Banco de reservas também passará por uma análise mais profunda

O San Antonio Spurs está em grande fase. Em 14 partidas disputadas até aqui, os texanos venceram 13 vezes. É o melhor começo de temporada da história da franquia. O feito é obviamente significativo, mas será que a equipe está pronta para vencer a Conferência Oeste mais uma vez? Bom, vamos por partes.

Ainda é cedo para dizer se o Spurs está realmente preparado para uma nova corrida pelo título. Desses 14 jogos, apenas três foram efetivamente relevantes: Portland Trail Blazers, Golden State Warriors e Memphis Grizzlies. O Blazers bateu os comandados de Gregg Popovich logo no começo do ano. Perder em Portland é normal e San Antonio nunca se deu muito bem por lá. Diante do Golden State, em casa, os texanos suaram, mas conseguiram o triunfo. Por fim, vitória tranquila sobre o time do ex-algoz Zach Randolph.

Como vocês podem observar, a amostragem é pequena. Por mais que o Spurs tenha a maior diferença entre pontos feitos e pontos sofridos da NBA (12,1), é impossível neste momento dizer em que estágio a equipe está. Por isso, a sequência de jogos que nos aguarda a partir desta quarta-feira (27) deverá ajudar a esclarecer o que esperar desse San Antonio Spurs.

Neste finalzinho de novembro, Tony Parker e companhia pegam Oklahoma City Thunder (27), Orlando Magic (29) e Houston Rockets (30). Na teoria, o duelo em Orlando é tranquilo, mas como é a primeira partida de um back-to-back talvez o Coach Pop poupe suas estrelas. No mês seguinte, destaco os embates contra Minnesota Timberwolves (4 e 13), Indiana Pacers (7), Los Angeles Clippers (16), Phoenix Suns (18), Golden State Warriors (19), Oklahoma City Thunder (21), Houston Rockets (25) e Dallas Mavericks (26).

Ao contrário de novembro, dezembro nos reserva alguns encontros indigestos. Será um ótimo termômetro para entender o time atual e prever onde poderemos chegar. Por enquanto, Gregg Popovich tem conseguido manter à risca seu plano de reduzir os minutos dos principais jogadores (ninguém fica em quadra por mais de 30 minutos/noite, por exemplo). Se continuar impondo esse cronograma de descanso até o final da temporada regular, as chances texanas devem ser muito maiores nos playoffs.

4 Respostas para “Período de testes

  1. O Spurs já está habituado a fazer uma temporada regular fantástica. Vamos ver se esse ano o objetivo principal finalmente será atingido.

  2. Não podemos overreact nada. Nem celebrar demais com a sequência de vitórias, nem desanimar com a derrota pra Oklahoma. No final, temporada regular é brincadeira de criança pra esses dois times. Me lembro bem que na última temporada regular o Spurs quase venceu o Heat em Miami só com os reservas contra o time completo do LeBron, enquanto o Miami venceu de fato o Spurs em San Antonio sem LeBron e Wade. Os dois jogos foram apertadíssimos mas não serviram pra nada na real. A finalíssima foi bem diferente. Times como Heat, OKC e Spurs estão apenas aquecendo na temporada regular, jogando na manha e fazendo testes. Se tivermos 50% de aproveitamento em dezembro já está ótimo.
    No final da temporada o Spurs emplaca outra série de vitórias pra garantir mando de quadra nas primeiras rodadas dos playoffs e já era. Tem sido assim há 15 longos anos.

  3. Pingback: Pedras no caminho | Destino Riverwalk·

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s