Sem rumo

Rindo de que?

Rindo de que?

Dwight Howard vive uma temporada dramática. Desde que desembarcou em Los Angeles, o pivô nunca conseguiu mostrar serviço. O mimado camisa 12 vem decepcionando os torcedores californianos e pode até mudar de ares (de novo!) em 2013-14. Há muitas equipes que ainda o receberiam de braços abertos, claro, mas o Superman está começando a ser duramente criticado nos bastidores por seu comportamento.

Para piorar o lado do pivô, há um agravante nessa história toda. Na noite do All-Star Game, Howard levou uma senhora entubada de Gregg Popovich, técnico da Conferência Oeste. Durante um pedido de tempo, Popovich teria se irritado ao perceber que o gigante estava conversando com algumas celebridades ao invés de se concentrar na partida.

Quem acompanha o San Antonio Spurs de perto sabe que, apesar da seriedade aparente, Gregg Popovich é um cara bem divertido. Acontece que existem limites. Por mais que fosse um duelo festivo, ignorar o que o técnico está falando para bater papo com famosos é abusivo e desrespeitoso.

D12 parece ter se perdido desde que bateu o pé feito uma criança mimada para deixar Orlando. Cadê aquela presença agressiva que ajudou o Magic a conquistar o título da Conferência Leste em 2009? Nesta temporada, o pivô está longe de ser o atleta dominante de alguns anos atrás. Se compararmos suas médias, por exemplo, observamos uma queda vertiginosa nos principais fundamentos, como pontos e rebotes.

É claro que em Los Angeles há a concorrência de outras estrelas e a obrigatoriedade implícita de dividir a bola com Kobe Bryant. Isso obviamente justifica o rendimento inferior, mas Dwight Howard mudou. Em Orlando, ele era o personagem central da franquia – e parecia gostar disso. Todos o idolatravam, o reconheciam. Agora, contudo, é diferente. Ao invés do reconhecimento, há a dúvida. O homem que chegou para solucionar os problemas do Lakers se tornou o próprio problema – e está sendo contestado pela crítica e pela torcida.

O Superman precisa remodelar sua personalidade, amadurecer. Enquanto agir como criança, nunca será levado a sério. O episódio do All-Star Game colocou mais uma mancha no currículo do pivô. Como amante do esporte, torço para que o esporro de Gregg Popovich entre na cabeça dele e surta algum efeito, embora ache difícil que isso aconteça.

Colaborou: Project Spurs

6 Respostas para “Sem rumo

  1. Boa Noite Bruno,

    Belo post, D12 tem que ir pro Nets não acha? Deron além de ser um grande passador ao que me parece não liga muito pros holofotes, lá o Howard poderia reinar como centro das atenções e ainda ter o seu tão sonhado time competitivo!

    • Fala Leandro. Primeiramente, obrigado pelo comentário.

      Difícil dizer sobre a personalidade do Deron. Eu já ouvi muita gente falar que ele não é dos mais fáceis de lidar, tanto que a saída dele de Utah foi meio conturbado. Mas sim, acho que ele não ligaria de dividir os holofotes com outra estrela.

  2. Falta de profissionalismo e maturidade. É uma pena um talento como ele assim, se ‘perdendo’ aos poucos ..

    • É bem isso mesmo. Acho o Howard bom jogador, mas muito mimado e imaturo. Ele tem que mudar esse jeito…

  3. Pingback: Fantasma de Duncan ainda assombra Howard | Destino Riverwalk·

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s