Intransponível

Jeremy Lin já sentiu na pele o que é enfrentar a defesa do Spurs

Jeremy Lin já sentiu na pele o que é enfrentar a defesa do Spurs

No último texto aqui no blog, escrevi sobre as deficiências do San Antonio Spurs e mostrei, através de números, a carência que temos de um pontuador confiável. Na caixinha de comentários do post, o leitor Danilo lembrou da melhora apresentada pela defesa texana nesta temporada. Dei uma breve procurada internet afora e, por coincidência, encontrei uma matéria do Spurs Nation justamente sobre isso. Peguei alguns dados levantados por eles e trago agora para vocês.

Tabela - Defesa do Spurs em 2012-13

Como vocês podem observar, os números mostram que melhoramos consideravelmente nas estatísticas defensivas se pegarmos o último ano como base comparativa. Esse upgrade na retaguarda já era planejado pelo técnico Gregg Popovich desde o revés para o Oklahoma City Thunder nos playoffs.

Durante a pré-temporada, Popovich foi taxativo ao colocar o setor defensivo como prioridade. Na época, o treinador disse que a equipe teria que se esforçar ao máximo para evoluir nesse fundamento. A palavra consistência, segundo ele, seria essencial nesse processo. De fato, quem acompanha o San Antonio Spurs de perto pôde perceber que alguma coisa mudou para melhor e que a tal consistência foi alcançada e realmente tem nos ajudado.

Como torcedor fanático, espero que essa mudança seja suficiente para encobrir as deficiências do elenco. O que vocês acham?

2 Respostas para “Intransponível

  1. Suspeitei desde o princípio! Que bom que não era viagem minha, mas a melhora defensiva pode ser comprovada pelos números.

    Pessoalmente aceito de bom grado a troca na eficiência ofensiva pela defensiva. Claro, aquele time que botava o adversário na roda era lindo e empolgante demais de assistir. (Odeio comparações de basquete com futebol, mas parecia a Laranja Mecânica.)
    Mas chegou uma hora em que um time impressionante barrou essa maravilha (assim como a Laranja parou frente ao muro de Berlim), e não tivemos pique nem defesa pra impedir Kevin Durant, James Harden e Westbrook. Mas o pior, Ibaka e Perkins foram grandes pontuadores naquela série, e esse foi o desequilíbrio.
    Agora acredito que nosso time está mais preparado para uma série assim, com uma ressalva importante: o mesmo OKC também está mais forte. Perderam Harden mas ganharam entrosamento, confiança mútua crescente e um Ibaka cada vez mais impressionante. E de tabela ganharam um pontuador reserva que é bom também.
    Isso sem contar outro adversário também evoluiu bastante, o Clippers.

    Estamos na torcida!

    • Também aceito de bom grado, afinal, ganhamos quatro títulos com a força de nossa defesa. Resta aguardar os playoffs.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s