Notas sobre um massacre (Parte II)

Tony Parker ganhou um jump ball de Reggie Evans. Dá pra acreditar?

Tony Parker ganhou um jump ball de Reggie Evans. Dá pra acreditar?

O San Antonio Spurs iniciou 2013 com o pé direito. A vítima da vez foi o novato Brooklyn Nets, que viajou até o Texas e recebeu uma surra contundente dos comandados de Gregg Popovich (104 a 73). Separei alguns números relevantes sobre o jogo para compartilhar com vocês:

1. O que houve no intervalo? 

Quem é torcedor do Spurs há algum tempo está bem acostumado às crises do terceiro período. Geralmente o time volta meio sonolento do descanso e demora a pegar no tranco. No duelo contra o Nets, contudo, quem apagou no terceiro quarto foi a equipe visitante. Os texanos sufocaram Deron Williams e companhia e venceram a parcial por 30 a 5. Esperamos que isso indique um novo ano sem blecautes após os intervalos. Nós agradecemos!

2. Arremessos

A diferença de 31 pontos ao final da partida pode ser explicada pelo aproveitamento nos arremessos de quadra. Enquanto o San Antonio Spurs converteu quase 60% de suas investidas, os novaiorquinos aproveitaram apenas 38% dos tiros de campo.

3. Armadores

Deron Williams é o meu comandante preferido em toda a liga, mas na noite de réveillon ele foi engolido pelo francês Tony Parker. O europeu deixou o AT&T Center com 20 pontos e seis passes certeiros, ao passo que Williams anotou oito tentos e apenas uma assistência. Falando em armadores, destaque também para Nando De Colo. O terceiro francês do elenco alvinegro marcou 11 pontos (4-7) em 22 minutos.

Para quem estava comemorando e perdeu o jogo, pode assistir aqui os melhores momentos:

Gostaria de desejar aos leitores um ótimo 2013, cheio de paz, saúde, dinheiro e todo aquele blá blá blá. E o mais importante de tudo, claro: que seja um ano com título do San Antonio Spurs!

Feliz Ano Novo!

Feliz Ano Novo!

5 Respostas para “Notas sobre um massacre (Parte II)

  1. Com uma defesa dessas, sufocante, coletiva, inteligente, e esse ataque entrosado e que mata a defesa com visão e posicionamento, temos uma grande, enorme chance de irmos para as Finais. E como 2013 é ano ímpar…

  2. Pingback: Franquia modelo | Destino Riverwalk·

  3. Pingback: Análise do mês: fevereiro | Destino Riverwalk·

  4. Pingback: Vídeo: Leonard rouba a bola e enterra | Destino Riverwalk·

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s