Curva ascendente

Splitter 2012-13: muito mais vontade na briga por ressaltos

Splitter 2012-13: muito mais vontade na luta por ressaltos

Confesso que sou um dos maiores críticos de Tiago Splitter com a camisa do San Antonio Spurs. Acho ele um baita jogador e seus números no basquete espanhol comprovam isso, mas, no Texas, ele nunca conseguiu repetir o mesmo sucesso – pelo menos por enquanto.

Nas duas primeiras temporadas, Splitter parecia perdido no esquema montado por Gregg Popovich. Reclamei de forma recorrente de seu posicionamento ofensivo e defensivo e da aparente preguiça na briga pelos rebotes, isso sem falar dos lances-livres, verdadeira pedra no sapato do brazuca.

A drástica mudança de estilo prejudicou Splitter. Quem acompanha basquete sabe que a liga norte-americana é diferente de tudo. Atletas consagrados na Europa, como Sarunas Jasikevicius e Vassilis Spanoulis, por exemplo, passaram por terras ianques e falharam. Tiago teve um agravante: se machucou logo de cara e ficou fora da maior parte dos trabalhos de pré-temporada em 2010.

Após um primeiro ano conturbado, o brasileiro evoluiu na segunda época e conquistou mais espaço. É verdade que ele perdeu território com a chegada do francês Boris Diaw, mas, em linhas gerais, 2011-12 acabou sendo de bom proveito.

Com dois anos de experiência no campeonato mais disputado do planeta, Tiago Splitter vem fazendo uma terceira temporada irretocável – e me calando por tabela. Até meados de novembro, no entanto, seu desempenho era preocupante, fato que ouriçou alguns críticos de Gregg Popovich. Há os que dizem que o técnico boicota o brasileiro, os que reclamam que falta uma sequência consistente para o jogador, e por aí vai.

Picuinhas à parte, o pivô se recuperou e tem brilhado em dezembro. Nos quatro jogos do mês até aqui, ele registrou médias de 11,3 pontos e 5,8 ressaltos, além de um aproveitamento surreal de 68% nos tiros de quadra. O panorama é ainda melhor se levarmos em conta as últimas dez partidas: 12 tentos e seis rebotes de média. Será que é possível explicar esse salto de qualidade repentino?

Sim, é possível. Trata-se de um processo gradativo, na verdade. Quem tem acompanhado o San Antonio Spurs desde outubro pôde notar um Splitter melhor posicionado, sobretudo no ataque. Isso reflete em mais pontos e mais rebotes ofensivos. Há também o fator entrosamento. O brazuca está em perfeita sintonia com Manu Ginobili, Nando De Colo e Boris Diaw, o que é fundamental e explica essa curva ascendente.

Números da temporada

Números da temporada

Números de dezembro

Números de dezembro

Reparem nas tabelas acima e vejam que o brasileiro é o terceiro pivô que mais tempo fica em quadra em San Antonio. Percebam também que em dezembro ele ultrapassou Boris Diaw em minutos jogados. No meu ponto de vista, essa é uma tendência. Basta comparar os números e ver que ele só perde para o intocável Tim Duncan. É pertinente lembrar, todavia, que o francês Diaw aparece pouco nas estatísticas, mas tem uma importância inigualável dentro do elenco.

Salta aos olhos também a coluna de aproveitamento. Splitter lidera com folga entre os gigantes texanos e é o nono colocado da liga no quesito se considerarmos apenas os atletas que atuaram em dez ou mais partidas. O brazuca vive sua melhor fase desde que deixou a Espanha e vem tirando proveito disso. A tendência, como disse, é que ele consiga cada vez mais espaço. A sequência pedida por todos está sendo dada – e o pivô está correspondendo. Que continue assim!

6 Respostas para “Curva ascendente

  1. Acredito que seja mais do que um momento. Splitter é o segundo melhor pivô do Spurs, apenas atrás do Big Fundamental. É melhor que Diaw e bem melhor que Blair. Ele apenas precisava de tempo para entrar no esquema sem se lesionar, e essa é a primeira sequencia dele praticamente. Seu jogo mudou, ele se adaptou à NBA, e daqui pra frente ele vai ser um cara importante na rotação – importante demais para ficar fora aparentemente sem motivo como em alguns jogos da temporada passada.

    Pop é um gênio, e eu confio 100% no trabalho dele. É um absurdo dizerem que ele persegue jogador. O que o Spurs tem de mais importante é o ambiente e entrosamento entre os jogadores, além de conhecimento do esquema do time. Jamais o coach colocaria isso em risco por “perseguir” um jogador. Seria muito mais fácil colocá-lo na lista de dispensas ou mandá-lo como moeda de troca.
    Se ele usou menos o Tiago nas duas primeiras temporadas ele tinha motivos, principalmente táticos, para isso. Agora o Tiago está muito mais preparado para a NBA, seu jogo está mais físico, ele consegue brigar um pouco mais com pivôs físicos e tem feito um ótimo trabalho contra pivôs técnicos. Está mais confiante no ataque também. Mas seu principal jogo não aparece nas estatísticas, exceto nas estatísticas avançadas. Ele é um excelente bloqueador, tem ótima visão de jogo e está muito entrosado agora. O time rende muito com ele, Manu e De Colo em quadra, e torna nossa segunda unidade uma arma letal.

    Aliás, boa parte do poder do banco do Spurs está ligado a Tiago. Se ele não é sempre o principal pontuador ou reboteiro do banco, ao menos ele é fundamental nas jogadas dos suplentes. Arrisco dizer que ele assumiu uma posição chave no time reserva, tal que será um sufoco vencer jogos apertados quando ele não puder jogar.

    • Cara, o Danilo sempre me deixa sem palavras diante de seus comentários, seja aqui, no Spurs Brasil, no Bala na Cesta hahaha .. é tão.. tão.. sei lá… to sem palavras mesmo! Danilo é demais e formula seus comentários com argumentos fortes pra ninguém botar defeito!

      • Verdade, e concordo 100% com o Danilo. Acho que a tendência é que ele ganhe cada vez mais espaço em San Antonio. Também confio 100% no trabalho do Popovich e acho ridículo quando leio alguém falando que ele é perseguido.

  2. Pingback: Titular absoluto! | Destino Riverwalk·

  3. Pingback: A nova torre | Destino Riverwalk·

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s