Vovô voando

Foto: Tim Duncan

Tim Duncan está voando! Nesta segunda-feira (26), ele ganhou o prêmio de melhor jogador da semana na Conferência Oeste pela 21ª vez na carreira. No período entre 19 e 25 de novembro, Timmy liderou o San Antonio Spurs a três vitórias em quatro jogos com médias expressivas de 22 pontos, 12,8 rebotes, três assistências e 1,25 toco em pouco mais de 34 minutos por noite.

Aos 36 anos, o veterano está em grande fase e vem fazendo sua melhor temporada dos últimos tempos. Antes de tecer qualquer comentário, no entanto, vamos observar o quadro abaixo:

Tabela - Tim Duncan

Como vocês podem perceber, Duncan está fazendo uma temporada irretocável. O ala-pivô tem jogado mais, pego mais ressaltos (é o nono melhor da NBA no quesito) e distribuído mais tocos (é o sexto melhor da liga no fundamento), além de registrar um ótimo aproveitamento nos arremessos de quadra (quarta melhor marca da carreira).

O desempenho fora do comum vem atraindo os olhares da mídia especializada, que já o coloca como possível candidato ao prêmio de MVP da temporada. Creio, contudo, que esses números devam cair até meados do próximo ano. Timmy obviamente será poupado à medida que o time estiver classificado para os playoffs, afinal, trata-se de um veterano com os joelhos fatigados.

Mesmo com a iminente queda de rendimento, ainda é interessante notar essa melhora gradativa apresentada desde 2011. A que se deve? Teria ele descoberto a fonte da juventude? A resposta para tal questionamento está dentro de quadra. Duncan simplesmente mudou seu estilo de jogo para se adaptar à idade, coisa que poucos atletas têm capacidade de fazer.

Escrevi sobre isso em janeiro do ano passado após uma partida entre San Antonio Spurs e Minnesota Timberwolves. Na oportunidade, o camisa 21 dominou o bom defensor Darko Milicic apesar do revés. E o que Timmy fez para dobrar o sérvio? Apenas usou e abusou dos mid-shots. Duncan se tornou um especialista nos tiros de média distância e criou mais uma arma letal para atormentar seus oponentes. Agora, se algum marcador lhe dá espaço, ele simplesmente atira e acerta o alvo. Se alguém aperta o cerco, ele finta e parte livre rumo à cesta.

O novo perfil dificultou a vida de defensores fortes e pesados. Ficou inviável acompanhá-lo até as zonas de arremesso sem ser driblado (sim, Timmy ainda tem velocidade!). O ala-pivô, que já era difícil de ser marcado no auge, virou um problema para os treinadores rivais, pois tem levado vantagem sobre qualquer tipo de adversário. Os pivôs mais leves e ágeis, por exemplo, também sofrem, só que de uma maneira diferente. Basta que Duncan faça uso do bom e velho post-up para superá-los facilmente.

Só um gênio para se reinventar depois de tantos anos disputando o mesmo campeonato. Tim Duncan está mais vivo do que nunca, para a alegria dos amantes do basquete.

7 Respostas para “Vovô voando

  1. Tenho extensas discussões sobre basquete, NBA, Spurs e jogadores em geral com meus amigos. Eu defendo a hipótese de que o Duncan é o melhor jogador da era pós-Jordan, superando os outros citados, Kobe, O’Neal e LeBron. O melhor PF de todos os tempos.
    Um gênio completo em defesa, ataque, arremesso, passe e inteligência. Talvez seja o jogador mais inteligente da NBA atual, ao lado de Nash. Ele sabe se adaptar ao adversário, e apesar de estar há tanto tempo jogando fora de sua posição de origem, suas estatísticas pouco se alteraram. Na realidade, 2011-2012 e 2012-2013, até o momento, tem sido suas melhores desde o título em 2007.
    Perfeito nos fundamentos, Tim tem um jogo praticamente sem falhas. E a constante evolução e entendimento do jogo é uma das suas maiores virtudes. ele passou por uma das fases em que houve mais transições no basquete, e sempre se manteve dominante. Hoje, aos 36 anos, é Top 10 em todas as categorias típicas de pivôes na NBA. Fenomenal.

    • Concordo totalmente contigo. Só acho dífícil compará-lo a Kobe e LeBron por motivos óbvios, mas em termos de genialidade ele está no mesmo nível ou num nível acima dos caras citados.

  2. Pingback: Monstruoso! | Destino Riverwalk·

  3. Pingback: 4 frases sobre Tim Duncan contra o Bucks | Destino Riverwalk·

  4. Pingback: De volta ao show | Destino Riverwalk·

  5. Pingback: Como o vinho! | Destino Riverwalk·

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s