Drama interminável

Será que ele vai tentar mais uma vez?

Será que ele vai tentar mais uma vez?

O drama de Brandon Roy parece interminável. O ala será obrigado a passar por mais uma artroscopia no joelho, a sétima de sua carreira, após receber uma pancada no local durante um treinamento do Minnesota Timberwolves. Roy retornou à NBA nesta temporada motivado pela esperança de voltar a jogar. Ele havia se aposentado em 2011 por conta dos constantes problemas físicos.

O sonho, no entanto, durou apenas cinco partidas. Ex-ídolo do Portland TrailBlazers, o jogador vinha fazendo uma temporada discreta em Minnesota. Nesses cinco confrontos, Roy registrou médias de 5,8 pontos, 2,8 rebotes e 4,6 assistências em 24 minutos por noite. Pouco para quem já ganhou o prêmio de novato do ano (2007) e foi eleito três vezes para o All Star Game.

Brandon é mais um dentro da enorme lista de atletas boicotados pelo próprio corpo. Exemplos desse tipo sobram em qualquer esporte. Grant Hill, hoje no Los Angeles Clippers, chegou a ser apontado como o novo Michael Jordan no começo de carreira, mas o tornozelo nunca permitiu que ele provasse seu verdadeiro valor. O mesmo aconteceu com jogadores talentosos, como o chinês Yao Ming, aposentado após contundir tornozelo e joelho por diversas vezes, o gigante Greg Oden, recrutado como grande promessa, mas praticamente inválido para o esporte profissional, os alas Sean Elliott e Tracy McGrady, o pivô Alonzo Mourning, entre outros.

Roy, considerado por Kobe Bryant o oponente mais difícil de marcar em toda a liga, é apenas mais um na estatística. Ele poderia ter sido muito mais, poderia ter dado um título ao Portland TrailBlazers, mas o destino quis assim. E o destino é cruel. Embora seja difícil, torço para que ele se recupere e possa, ao menos, ser um bom coadjuvante nesse jovem e promissor time do Minnesota Timberwolves.

Se o velho Brandon já se foi, que fiquemos com ele na memória (o vídeo abaixo é muito bom!)

Uma resposta para “Drama interminável

  1. É realmente uma grande pena. É triste ver jogadores promissores encerrarem suas carreiras por isso. Acho que Roy não volta mais. Uma pena mesmo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s