Spurs olímpico: quartas de final

O torneio olímpico de basquete masculino em Londres está chegando ao fim. Nesta quarta-feira (8), foram disputadas as quartas de final. Vamos ver como foi o desempenho dos seis jogadores do San Antonio Spurs na primeira fase do mata-mata?

Parker fez um bom campeonato, mas capengou na final (Foto: AP)

França 59-66 Espanha

  • Tony Parker – 15 pontos (6-20) e seis rebotes
  • Dois pontos (0-3) e dois rebotes
  • 15 pontos (6-11), oito rebotes e cinco assistências

O duelo – No repeteco da final da Eurobasket 2011, deu Espanha mais uma vez. O jogo foi feio, as duas equipes erraram bastante e, no final, venceu o menos pior. Como antecipei na prévia da rodada, a França dependeria mais do que nunca de sua principal estrela, Tony Parker, e de seus fiéis escudeiros – Nicolas Batum, Nando De Colo e Boris Diaw. Acontece que nenhum deles (exceto Diaw) fez uma grande partida. Desse jeito, os espanhóis, mesmo jogando mal, avançaram às semifinais.

Tony Parker – Liderou os franceses a uma vitória parcial no intervalo, mas viu seu rendimento despencar na segunda metade. Forçou muitos arremessos mesmo com um aproveitamento ruim e poderia ter distribuído mais a bola (deu apenas uma assistência em 38 minutos em quadra). Nota: 5

Nando De Colo – Mais um desempenho abaixo da média para Nando De Colo. Tinha muitas expectativas em torno dele nessas Olimpíadas, mas o ala-armador me decepcionou. Se apresentar esse basquete tímido em San Antonio será pouco utilizado por Gregg Popovich. Nota: 3

Boris Diaw – Um dos únicos que se salvou. Boris Diaw foi efetivo no ataque como eu vinha pedindo e brigou como nunca embaixo da cesta. Vai embora de Londres com a cabeça erguida. Fez um ótimo campeonato. Nota: 8

Carimba, Manu! (Foto: AP)

Brasil 77-82 Argentina

  • Tiago Splitter – Seis pontos (2-5), quatro rebotes e quatro assistências
  • Manu Ginobili – 16 pontos (5-11), oito rebotes e três assistências

O duelo – Brasil e Argentina fizeram um clássico limpo e empolgante. O resultado final infelizmente favoreceu os hermanos, mas os comandados de Rubén Magnano saem de Londres em alta. Ficar entre os oito melhores times do mundo após tantos anos longe dos Jogos Olímpicos é um feito e tanto. Em quadra, os brasileiros até encontraram aquele definidor para os momentos decisivos, só que esbarraram nos lances-livres. Foram 24 tentativas e apenas 12 acertos nesse fundamento – muito pouco para quem sonhava com uma medalha.

Tiago Splitter – Os argentinos fizeram faltas no pivô sem o menor pudor. Isso porque o brazuca tem um péssimo aproveitamento nos tiros-livres. No total, Tiago Splitter sofreu sete faltas e acertou apenas dois em oito arremessos da linha mortal. No geral, o camisa 15 foi pouco acionado no ataque e bastante apático na briga pelos rebotes. Nota: 4

Manu Ginobili – Atacou a cesta quando pôde e distribuiu o jogo quando pressionado pelos defensores brasileiros. Esteve longe de ser aquele Manu Ginobili da primeira fase, parecia meio cansado, mas ainda assim contribuiu para o triunfo argentino. Nota: 7

Mills briga pela bola com Kevin Durant (Foto: AP)

Estados Unidos 119-86 Austrália

  • Patrick Mills – 26 pontos (9-20), seis rebotes e duas assistências

O duelo – Na partida com o resultado mais óbvio das quartas de final, os Estados Unidos confirmaram o amplo favoritismo e passaram por cima da Austrália. Os Boomers conseguiram manter uma distância de menos de 15 pontos no marcador durante boa parte da noite, mas, no último quarto, os norte-americanos impuseram um ritmo forte e atropelaram os rivais (35 a 16 na parcial).

Patrick Mills – Principal referência da ofensiva australiana, Patrick Mills fez o que dava em quadra, mas convenhamos que derrotar os EUA é uma tarefa para poucos. No meu ponto de vista, o armador foi o grande destaque da fase inicial ao marcar 39 pontos contra o Reino Unido e converter uma bola de três no último segundo diante da Rússia. Está de parabéns! Nota: 8

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s