Marcus Denmon jogará na França: bom para todos!

Denmon: um bom futuro pela frente…

59ª escolha do último Draft, o ala-armador Marcus Denmon ainda terá que esperar para fazer seu debute no melhor basquete do mundo, isso porque ele jogará a próxima temporada na França, mais especificamente no Elan Chalon.

O atleta continua com os direitos de contrato presos ao San Antonio Spurs e deverá trilhar um caminho semelhante ao de Manu Ginobili e Nando De Colo, amadurecendo primeiro na Europa antes de estrear na NBA.

Denmon teve um bom desempenho na Summer League de Las Vegas e poderia ter sido contratado pelos texanos para posteriormente ser enviado ao Austin Toros. Na D-League, o garoto também ganharia experiência e aprenderia num sistema semelhante ao utilizado hoje por Gregg Popovich em San Antonio, mas, ao que parece, o Spurs está sem pressa.

Apesar do pouco tempo em quadra, Denmon foi bem na Summer League

No elenco atual, há vários jogadores com estilo parecido ao de Marcus Denmon. Seria desperdício contratá-lo e deixá-lo encostado em Austin sem perspectiva. No Velho Continente, o ala-armador terá tempo de quadra e liberdade para arremessar – cenário mais do que perfeito para evoluir rapidamente. Isso sem falar que ele estará num nível infinitamente superior ao da D-League, que só seria interessante para deixá-lo familiarizado ao esquema do time profissional.

Marcus Denmon é uma joia a ser lapidada e tem tudo para fazer sucesso na NBA daqui a alguns anos. A maioria esmagadora dos sites norte-americanos tecia muitos elogios ao garoto antes do Draft, mas já antecipava que sua baixa estatura (apenas 1,91m) o empurraria para o final da segunda rodada – e foi realmente isso que aconteceu.

De todos os sites que encontrei, o que mais me animou foi o The Wages of Wins Journal, que compilou uma série de análises otimistas sobre o atleta:

– Eficiente e capaz de atuar como armador e ala-armador. Arremessador excelente. Bom finalizador perto da cesta. Dificilmente comete turnovers (Chad Ford – ESPN).

– Marcus Denmon é um dos pontuadores mais eficientes do circuito universitário, muito habilidoso e inteligente para arremessar. Finalizador de elite entre os ala-armadores da NCAA, ele raramente comete desperdícios. Seu QI de basquete é alto e, na defesa, ele tem uma velocidade lateral ótima (Kyle Nelson – Draft Express).

Ford e Nelson, no entanto, listaram a altura como ponto fraco do jogador. Mas será que isso faz tanta diferença? É importante, claro, mas é possível fazer sucesso mesmo sendo undersized. Quer prova maior disso do que Allen Iverson? O baixinho Iverson tinha apenas 1,83m e ainda assim conseguiu ser dominante por muitos anos.

Ainda é cedo para afirmar que Marcus Denmon conseguirá fama no basquete profissional (longe de mim compará-lo a Allen Iverson), mas trata-se de um atleta cercado de boas referências. Na França, ele terá uma oportunidade única de amadurecer em alto nível. Espero que ele aproveite essa chance de ouro e prove que é realmente melhor do que a 59ª escolha. No final das contas, sua ida para o Elan Chalon acabou sendo vantajosa para ambos os lados.

Bem que Denmon podia ser o novo Iverson. Sonhar é sempre bom, né...

Bem que Denmon podia ser o novo Iverson. Sonhar é sempre bom, né…

3 Respostas para “Marcus Denmon jogará na França: bom para todos!

  1. Um novo Iverson seria maravilhoso. Rsrsrs. Mas parece que ele não chegará a tanto. Mas usa ida pra Europa será ótimo pro Spurs e pra ele.

  2. Pingback: Passo maior que a perna | Destino Riverwalk·

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s